Podemos te ajudar! Basta Cadastra-se

Para saber o que deve ser feito em caso de disfunção erétil é só cadastrar o seu melhor email.

Cadastre-se

É simples e discreto

O Que é Disfunção Erétil?

Ereções fracas (também conhecidas como impotência ou disfunção erétil) não podemos considerar de fato uma doença, mas sim uma condição secundária que ocorre normalmente por fatores externos. Trinta anos atrás, quando o homem procurava seu médico pedindo ajuda para problemas eréteis, eram informados de que não havia tratamento porque era causado pelo envelhecimento, ou era tudo na cabeça (psicológico). Até que uma geração de pesquisados obtiveram resultados surpreendentes.

viagra capa

Com o conhecimento atual, os médicos dividem esse distúrbio muito comum em quatro causas:

  • Psicológica
  • Físico (impotência orgânica)
  • Origem mista (psicológica e física)
  • Origem desconhecida

Cerca de 85% do problema é devido a uma causa física (orgânica). Um pouco mais de 10% é totalmente psicológico, ou "tudo na sua cabeça". Os outros 5% são desconhecidos. O valor de 85% inclui uma mistura de impotência física com envolvimento psicológico. Uma vez que um homem comece a ter problemas de ereção, acaba se concentrando em ter uma ereção por pura força de vontade. Quando isso também falha, ele geralmente começa a ter um problema psicológico.

A impotência ou diminuição da libido é desenvolvida gradualmente e está relacionada a um desses três problemas funcionais básicos:

Causa Indefinida
5%
Psicológica
10%
Causa Orgânica
85%
Deve-se notar que todo homem passa por períodos temporários de impotência em um momento ou outro durante sua vida. Isso é totalmente normal e você não precisa de tratamento, a menos que o problema seja persistente.

 

Impotência psicológica descreve o problema quando causas físicas não podem ser encontradas. A impotência psicológica geralmente surge sem ser notada. As causa são as mais diversas, porém as mais comuns são por estresse no trabalho, casamento problemático ou preocupações financeiras. Qualquer situação cotidiana incômoda que ocupa pensamentos conscientes e subconscientes pode causar impotência. Depressão ou preocupação com o mau desempenho sexual podem causar isso.

O ponto principal aqui é o seguinte: 85% de todos os homens impotentes são assim porque algo dentro do corpo, exceto o pênis, está com defeito.

As Fases

  1. A falha no início: A incapacidade de desenvolver uma ereção é comum em casos de insuficiência hormonal, lesão medular, cirurgia pélvica radical, esclerose múltipla e doença de Parkinson.
  2. A falha na metade:  A incapacidade de desenvolver uma ereção rígida o suficiente para a relação sexual é causada pelo bloqueio nas artérias, comum em casos de trauma pélvico, hipertensão, tabagismo, diabetes e colesterol alto.
  3. A falha final:  resulta do vazamento venoso quando o sangue escapa muito rapidamente do pênis, retornando de volta para o corpo. Essa incapacidade de manter uma ereção rígida o suficiente para a relação sexual é comum em casos de hipertensão, tabagismo, diabetes, colesterol alto e trauma pélvico.

O consenso da maioria das autoridades é que a tabela abaixo representa uma distribuição precisa das várias causas da impotência física.

O importante é lembrar que a maioria das causas de impotência é física e geralmente está além do seu controle. Embora não seja bom ter esses problemas físicos (diabetes, pressão alta, derrame ou doença da próstata etc.), são condições que você provavelmente pode aceitar e sentir-se à vontade para tentar corrigir.

 

Causas Impotência

(doença vascular) são a principal causa de impotência. Os distúrbios vasculares incluem arteriosclerose (endurecimento das artérias), hipertensão, colesterol alto e outras condições que interferem no fluxo sanguíneo. Se o fluxo sanguíneo ruim ocorre no coração ou nos vasos coronários, causa ataques cardíacos; quando ocorre no cérebro, causa derrames; e quando ocorre no pênis, causa impotência.

Ocorre quando as veias penianas são incapazes de fechar (contrair) adequadamente durante uma ereção. A constrição das veias retém o sangue no pênis para manter a ereção. Quando as veias “vazam”, o sangue escapa muito rapidamente de volta ao corpo e a ereção falha.

Também pode resultar em impotência. Procedimentos cirúrgicos envolvendo a próstata, a bexiga ou o cólon podem cortar os nervos envolvidos na resposta erétil. O tratamento com radiação nessa área também pode afetar o processo erétil.

É outra causa de impotência. Os distúrbios neurológicos afetam o sistema nervoso e incluem esclerose múltipla, doença de Parkinson e lesão medular com paralisia.

São outra fonte de disfunção erétil. Por exemplo, baixos níveis de testosterona ou hormônio da tireóide geralmente causam ereções de baixa qualidade. A produção excessiva de prolactina pela glândula pituitária pode contribuir para um baixo nível de testosterona e falta de desejo. O diabetes também é considerado uma doença endócrina.

costumam causar impotência como efeito colateral, e mais de 200 medicamentos se enquadram nessa categoria. Nunca altere uma dosagem ou pare de tomar um medicamento prescrito sem o conselho do seu médico.

É uma causa muito comum de impotência. Esta doença pode danificar os vasos sanguíneos e os nervos. Quando os nervos são afetados, o cérebro não pode transmitir adequadamente o estímulo sexual que cria uma ereção. Cerca de 50% de todos os homens diabéticos sofrem de impotência após os 55 anos.

afeta a função erétil. Drogas ilegais e uso excessivo de álcool ou cigarro podem danificar seriamente os vasos sanguíneos e nervos envolvidos em uma ereção normal.

Remédio Para Disfunção Erétil

Preparamos uma lista com os melhores remédios para disfunção erétil 100% naturais e seguros! Sabemos que o viagra é uma solução bastante eficiente, porém oferece diversos riscos à saúde fora o risco de ter um infarto. Portanto vamos abordas aqui apenas tratamentos que não ofereçam riscos a saúde.